Mudanças comportamentais causadas pelo mau hálito

Recentemente, pesquisadores que estudam pacientes com halitose concluíram que as pessoas que reclamam de mau hálito experimentam conseqüências psicológicas que podem levar a limitações sociais, profissionais e afetivas. A psicopatologia mais comum associada às queixas de halitose é a desordem por ansiedade social.
Há casos de pacientes que simplesmente acreditam que têm mau hálito, mesmo que haja evidências em contrário. Isso pode ter numerosas conseqüências, incluindo sentimentos de auto-depreciação e baixa autoestima; retraimento no convívio social, pessoal e profissional; pensamentos constantes de que têm forte mau hálito; interpretação de gestos e atitudes corriqueiras de outras pessoas como sendo expressão de nojo relacionado com seu mau hálito; e mudanças comportamentais (por exemplo, falar menos ou evitar falar com pessoas que estão muito próximas).
Um estudo com 2500 pacientes, entre 1998 e 2008 identificou 18 mudanças de comportamento relatadas pelos pacientes:
1- Falar menos;
2- Virar o rosto quando falar com alguém;
3- Evitar falar próximo de alguém;
4- Usar agentes que mascaram o hálito;
5- Ter pensamentos de insegurança relacionados à halitose;
6- Colocar a mão sobre a boca quando falar;
7- Ter restrições sociais por causa da halitose;
8- Ter restrições profissionais por causa da halitose;
9- Ter restrições afetivas por causa da halitose;
10- Segurar a respiração quando falar;
11- Falar menos em locais fechados, tais como elevadores ou dentro do carro, quando cheios de pessoas;
12- Fazer a higiene oral/lingual várias vezes ao dia;
13- Isolar-se socialmente, evitando ir a encontros ou obrigações;
14- Sentir-se depreciado;
15- Interpretar o ato de alguém cobrindo o nariz como estando relacionado com a mudança do hálito;
16- interpretar o ato de alguém oferecer uma bala ou goma de mascar como estando relacionado com a mudança do hálito;
17- Interpretar o ato de alguém que se afasta enquanto o paciente falava como relacionado com a mudança do hálito;
18- Considerar que as pessoas fazem comentários sobre seu hálito;
As principais conseqüências da halitose subjetiva são os sintomas de ansiedade que são característicos de certas desordens psiquiátricas (desordem de ansiedade social/fobia social).
O artigo completo pode ser encontrado em https://www.nature.com/articles/bdjopen20182