A cromatografia gasosa da respiração pode indicar possíveis doenças


Um dos problemas bucais mais desagradáveis é o mau hálito (halitose), que pode causar transtornos de convívio. Muitos pacientes que sabem da existência da halitose sentem vergonha e acabam se afastando do convívio com outras pessoas, podendo até mesmo apresentar um quadro depressivo. Essa atitude é prejudicial tanto pessoal quanto profissionalmente. Outras pessoas não sabem que têm o problema e são estigmatizadas por isso, sendo que em relação a crianças o sofrimento causado por bullying é bastante sério. Por isso a importância de realizar o diagnóstico para que um correto tratamento seja feito.

A tecnologia está cada vez mais capacitada a ajudar as pessoas a viver melhor. Um dos avanços tecnológicos é a cromatografia gasosa da respiração, que faz o diagnóstico do hálito. Identificando a presença dos gases causadores do mau cheiro (que contêm enxofre), a halitose pode denunciar a ocorrência de outras doenças ou algum desequilíbrio no organismo do paciente.

Segundo dados da Abha - Associação Brasileira de Halitose, um em cada três indivíduos desenvolvem o mau hálito e 90% dos casos têm origem bucal. A halitose tem tratamento e cura. A Hality é uma clínica especializada no diagnóstico e tratamento do mau hálito através do exame de cromatografia gasosa da respiração.


Para mais informações, mande um e-mail pela aba contato e retornaremos em breve.